Vespa News

Carlos Murta recebe a Grande Medalha da Inconfidência

Carlos Murta recebe a Grande Medalha da Inconfidência

O chefe do executivo vespasianense foi o único, dentre os 853 prefeitos de Minas Gerais, a receber a honraria

 

O prefeito Carlos Murta foi agraciado com a Grande Medalha, honraria concedida a personalidades que contribuíram para o desenvolvimento de Minas Gerais e do Brasil, durante a 64ª solenidade de entrega da Medalha da Inconfidência, em Ouro Preto, no dia 21 de abril. Ao todo, 141 personalidades dentre médicos, professores, advogados, atletas, professores, artesãos, ministros e secretários de Estado, parlamentares e integrantes do Judiciário e Ministério Público foram homenageados. O Grande e Colar da Inconfidência – maior honraria concedida pelo estado de Minas Gerais – foi entregue ao presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski.

Murta disse que está muito honrado em ter recebido a comenda – segunda mais importante. “Eu me senti destacado pelo governador dentre os prefeitos dos 853 municípios do Estado; nesta solenidade sou o único prefeito de Minas Gerais agraciado com a Grande Medalha. Em outras épocas, já recebi as medalhas iniciais e agora com esta, creio que é um indicativo de que meus serviços prestados são de grande expressão para Minas Gerais e para o Brasil,” explicou.

A solenidade teve início com o governador Fernando Pimentel sendo recebido com honras militares na praça Tiradentes, e passando em revista a tropa formada pela Guarda de Honra da Polícia Militar. Em seguida, o músico mineiro Pereira da Viola executou o Hino Nacional Brasileiro. Pimentel depositou uma coroa de flores junto ao monumento de Tiradentes, seguido de um toque de silêncio.  Na sequência, cadetes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros levaram o fogo simbólico para o que governador acendesse a pira da Liberdade, e a Guarda de Honra da Polícia Militar realizou salva de 21 tiros.

O anfitrião do evento, o prefeito de Ouro Preto, José Leandro Filho, ressaltou que o momento é significativo para a história brasileira. “Esse é o ponto alto das comemorações da Inconfidência Mineira. Ouro Preto é o cenário de lutas e berço do sonho libertário. Neste dia em que reverenciamos a trajetória do mártir Joaquim José da Silva Xavier, destacamos a luta pela independência e pela criação de um país livre.”

Ao final da cerimônia, o governador Fernando Pimentel, em seu pronunciamento destacou a história de lutas de Tiradentes. “Ele repousa no Panteão da História como um personagem além da vida. Representa o ideal sublime e difuso da cidadania. É a encarnação de valores sagrados que podem ser resumidos numa só palavra: liberdade,” disse.

Pimentel ainda, parabenizou a todos os homenageados e resaltou a importância da premiação . “Quero transmitir a todos os condecorados nesta oportunidade minha sincera expressão de respeito. Esta comenda é o mais alto reconhecimento do governo de Minas Gerais e do povo mineiro aos elevados serviços prestados por todos os senhores e senhoras agraciados. Para encerrar, noto que a mais alta distinção do dia de hoje, o Grande Colar, repousa na mesma região do corpo em que, no passado, as cordas ásperas da forca e da opressão um dia também já repousaram. Essa constatação singela mostra que o poder pode servir para fins diametralmente opostos. Podemos usá-lo para julgar com o equilíbrio ou para condenar com a paixão. Para olhar com isenção ou para nos cegarmos com o preconceito.Para imolar inocentes ou para absolver sem temor. Para destruir, derrubar, retaliar ou para, ao contrário, construir, abrigar, pacificar. Que o equilíbrio e a moderação presidam sempre os poderes da nossa república: esse o desejo de Minas Gerais, esse o desejo de todos os brasileiros. Reverenciemos nosso mártir, e inspirados no seu exemplo, busquemos a liberdade através da justiça, serena, segura e isenta. Viva o Tiradentes!  Viva  Minas Gerais!  Viva o Brasil!”, exclamou o Governador.

Mantendo a tradição, no dia 21 de abril a capital do Estado é transferida simbolicamente para Ouro Preto, após decreto do governador Fernando Pimentel. O município foi capital de Minas Gerais, entre o período de 1823, quando o Estado ainda era província, até 1897. A Medalha da Inconfidência foi criada em 1952, pelo governador Juscelino Kubitscheck, e possui quatro designações: Grande Colar, Grande Medalha, Medalha de Honra e Medalha da Inconfidência.

Redação

radiovespasiano

abril 22nd, 2015

1 Comment

One Comment

  1. Fernand Silva says:

    parabéns prefeito

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *